Comprar materiais de construção em atacadistas

Tributação no comércio

Entender como funciona a tributação de produtos antes de optar pela compra de materiais de construção no atacado ou no varejo é vital para a saúde financeira de qualquer empreendimento. O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) é obrigatório. Comerciantes, sejam varejistas ou atacadistas, são obrigados a pagar o ICMS atrelado substituição tributária (imposto não cumulativo) incidente em todas as etapas da comercialização. O índice de valor agregado estipulado pelo governo não considera diferenças regionais nem concorrência de mercado, mas afeta diretamente o custo final das mercadorias, já que existem variações de um estado para o outro e, em algumas regiões, essa tributação pode chegar a 15% dependendo do produto. Por causa dessas diferenças na tributação, comprar no atacado será sempre mais vantajoso para o consumidor final e esta economia pode chegar a 30%.

A importância no gerenciamento de aquisições em projetos

Comprar por impulso ou se deixar levar por uma propaganda de última hora não é uma atitude recomendável para quem vai construir ou reformar, pois a falta de planejamento ou a troca de um determinado tipo de material por outro pode resultar em prejuízos. Por exemplo, se você planejou usar tijolo baiano e por causa de uma oferta relâmpago no varejo optou pelo comum, saiba que terá que rever a quantidade de ferro, pedra, areia e cimento, entre outros cálculos.

Para não se perder no controle dos gastos, contrate o software de gestão da m2obras para cálculo e acompanhamento de custo contábil, para que a qualquer momento você possa comparar o previsto com o realizado e corrigir a rota quando for necessário. O software da m2obras tem preços atualizados de mais de 1.000 itens, de diversas regiões do Brasil, e a sua lista de materiais de construção fica pronta em apenas 2 minutos. O aplicativo para celular – Catálogo da Construção – facilita a vida de engenheiros, arquitetos ou de qualquer pessoa que esteja construindo, pela portabilidade, com lista de materiais de construção, ferramentas, máquinas, equipamentos, EPIs, seus preços médios e com a quantidade calculada de tudo o que você precisa.

Atacado ou varejo, qual é melhor

O comércio varejista comercializa seus produtos para o consumidor final, vende por unidade e define os preços com base na média oferecida pelo mercado local. O atacadista vende mais para pessoas jurídicas: instituições, empresas, restaurantes, entre outros. Oferece produtos em grande quantidade e a preços menores devido ao fato de negociarem diretamente com as fábricas. Isso pode gerar uma economia de até 30% no orçamento. Sem falar na possibilidade de “devolver” o excedente, trocando por outros produtos.

Materiais em grande quantidade devem ser comprados no atacadista, pois quanto maior o volume, mais desconto. O varejo é indicado apenas em caso de compras esporádicas. A construtora, em geral, já tem os próprios fornecedores ou pode indicar os da sua confiança. A economia pode ser sentida em itens como:

  • Frete
  • Pesquisa de preço
  • Prazo de entrega

Um bom planejamento e um projeto com processos bem definidos evitam desperdícios na aquisição de materiais, um dos principais pilares para a maximização dos lucros.