Crise na Construção Civil?

Como em todos os outros setores da sociedade, a construção civil também sofre com o atual quadro de crise no país. Desemprego em alta, demissões sucessivas, destruição de postos de trabalhos e cargos, recessão econômica, falta de credibilidade junto a investidores estrangeiros, as construtoras têm visto o crédito se tornar cada vez mais difícil e os preços estagnarem. O quadro pode ser desolador, a princípio, mas na crise também é possível encontrar oportunidade. É preciso aproveitar este momento e enxugar custos, investir em planejamento e pensar fora da caixa. Montar escritório de engenharia, arquitetura ou uma construtora e trabalhar como autônomo pode ser uma ótima alternativa para esse momento. Planejamento e criatividade são as palavras de ordem. É preciso usar todos os recursos para saber se vender e ganhar dinheiro.

Passo a passo para montar escritório de engenharia, arquitetura ou construtora e começar a trabalhar como autônomo

Se for alugar um local, cheque na Prefeitura Municipal se a área é comercial e se pode haver empreendimentos comerciais na região. Escolha um nome para o seu escritório e registre-o no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Isso pode ser feito pela internet. No caso de um escritório em parceria, podem ser montados dois tipos de contrato social: um é de sociedade civil de profissão regulamentada em que um engenheiro e um arquiteto assumem juntos a empresa. O outro é de sociedade civil de uniprofissionais, quando dois engenheiros constituem uma S/C Ltda. Definida sua área de atuação e tipo de sociedade, faça o contrato social com o nome da empresa, o objetivo, a descrição da sociedade (se tem sócios, quantos e qual a cota de cada um) e o investimento inicial. Para esta etapa mais burocrática contrate um advogado ou um contador para orientá-lo. Acredite, você vai precisar!

Vá ao Conselho Regional da sua categoria e solicite a aprovação do seu escritório. De posse do seu contrato social e dos documentos pessoais, vá Junta Comercial do Estado (no caso de uma sociedade de profissão regulamentada) ou ao Cartório de Pessoas Jurídicas (se for uma sociedade simples uniprofissional). Solicite o Número de Inscrição de Registro de Empresas (NIRE) e posteriormente o CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas no site da Receita Federal. Com o número do CNPJ em mãos solicite Prefeitura Regional o registro da sua empresa e o alvará de funcionamento. Vá Previdência Social com o número do CNPJ e com o Contrato Social e cadastre a empresa e os sócios para saber os encargos e benefícios do INSS. Os tributos pagos podem ser mensais ou trimestrais e variam de acordo com o tipo de tributação escolhida: lucro presumido ou lucro real. Prepare-se para colocar a mão no bolso e pagar algumas taxas: Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins), Contribuição Social sobre Lucro Líquido – Previdência Social, Contribuição Sindical Confederativa, Anuidade do CREA, entre outras.

Engenheiro Civil ou Arquiteto Autônomo

Sozinho ou em parceria, o importante é agregar valor ao seu trabalho. Apenas desenhar e entregar o projeto não é mais o suficiente. Em pesquisa qualitativa realizada, a maioria dos entrevistados que já fizeram reforma disseram não ter utilizado o serviço de um arquiteto ou engenheiro por causa do alto custo. Outro dado interessante é que a maioria tem dificuldade para calcular o orçamento da obra e gerenciar o dia a dia, delegando para o mestre de obras ou pedreiro. Muitos se sentem inseguros e desejariam ter um responsável que respondesse pelo andamento do projeto. Partindo dessas premissas, a crise não deve ser obstáculo para aqueles que desejam crescer ou manterem-se no mercado de trabalho. Veja os próximos passos:

  1. Defina o seu ramo de atuação e serviços
    • Projetos
    • Construção
    • Incorporação
    • Reforma
    • Design de Interiores
    • Obras pesadas, Laudos, Avaliação, Vistoria

 

  1. Defina o seu foco de trabalho:
    • Residencial
    • Comercial
    • Predial

 

  1. Reúna seus trabalhos e monte seu portfólio (Link)

Um portfólio nada mais é do que o um dossiê com todos os trabalhos realizados por você ao longo da sua carreira. Se você estiver iniciando, coloque trabalhos feitos na faculdade, estágio e em colaboração com outros profissionais. Esses trabalhos devem refletir o seu percurso profissional e ser selecionados de forma a mostrar as suas obras mais significativas.

 

  1. Elabore uma metodologia de trabalho (Proc ? Formulário de abordagem link) (EVERTON)
  2. Defina sua política de preços (Custos) para Construtoras (EVERTON)
  3. Defina sua política de preços (Custos) para Engenheiros e Arquitetos (EVERTON)
  4. Crie seu marketing (link)

Divulgar sua marca é essencial. Contrate uma agência ou um profissional que possa criar sua identidade visual com logotipo, site, cartões de visita, folder e toda papelaria para ser distribuída em prospecções. Essa logomarca deve ser veiculada em todos os materiais impressos que você ou parceiros forem divulgar ou empreender. Procure estar presente em publicações off e online de revistas especializadas. Procure ter uma grande quantidade de projetos publicados na internet, para que você seja encontrado por palavras-chave nos sites de busca.

 

  1. Captação / Prospecção de Clientes

Visite eventos e feiras do setor e mantenha um bom relacionamento com fornecedores e fabricantes, eles têm valiosas cartelas de clientes que podem ajudá-lo no começo da carreira. Relacione-se com pessoas que têm o mesmo tipo de trabalho que você, e também de áreas correlatas. Feiras, eventos, revistas especializadas, procure ver possibilidade de negócios em todas as direções. Alie-se a profissionais renomados e faça parcerias. Seja profissional e saiba se vender.

 

Fechamento do Negócio

  • Elaboração de Proposta (Link) (EVERTON)
  • Elaboração do Contrato (Link) (EVERTON)

 

  1. Gestão do Negócio

Gerir uma empresa não é tarefa das mais fáceis. Segundo o Sebrae 20% das empresas quebram em dois anos. Por isso planejamento e organização é fundamental para a sua sobrevivência como autônomo. Saiba que transmitir segurança é um dos requisitos mais solicitados pelos clientes. Nesta etapa, um software de gestão pode ser um grande aliado. Mas pesquise com cuidado para ter a certeza da melhor entrega ao seu cliente.

Software de Gestão de Obras

O software da m2obras oferece listagem com simulações e sugestão de custo detalhado, checklist de controle e acompanhamento da obra, cronograma, preços atualizados de mais de 1.000 produtos e serviços de construção, além de ter mais de 5 mil clientes atendidos e satisfeitos. Tem assessoria e pessoal especializado para tirar dúvidas e atender você em qualquer etapa do projeto. Seja disciplinado, organizado e dê um atendimento diferenciado ao seu cliente. Neste momento, cada detalhe faz a diferença.