O projeto arquitetônico é o ponto de partida para um projeto de edificação e existem convenções, símbolos e representações gráficas que precisam ser conhecidas e dominadas por todos os profissionais da área para uma perfeita execução. As especificações e o detalhamento de projetos devem seguir algumas regras básicas para que haja uma linguagem única entre os diferentes profissionais envolvidos.

Quando não existem normas ou legislação que regulamentem os procedimentos de uma mesma área, cada um faz como quer ou como acha melhor, daí a ocorrência de falhas em processos e defeitos em produtos. A padronização garante a mesma interpretação dos símbolos usados em plantas e projetos, medidas-padrão para objetos e acessórios, e minimiza falhas, evita desperdícios, prejuízos e garante a competitividade no mercado.

O que é uma NBR?

NBR é a sigla para Norma Brasileira que estabelece regras, características, diretrizes ou orientações sobre determinado produto, material ou serviço visando a padronização dos processos produtivos. As NBRs são aprovadas pela ABNT ? Associação Brasileira de Normas Técnicas, órgão que regulamenta a padronização de todos os processos produtivos visando o desenvolvimento tecnológico do país dentro de uma linguagem comum e/ou universal.

Apesar de não ser regulamentada pelo Poder Público, (diferentemente da NR, que é a sigla de Norma Regulamentadora estabelecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, com caráter obrigatório) e sim por instituições particulares, a NBR funciona dentro de um senso comum, ou seja, atribuindo uma linguagem única aos símbolos usados por profissionais da mesma área. As leis brasileiras exigem o cumprimento de NBRs em vários setores da sociedade, mas nem todas são obrigatórias. Por isso, é sempre muito importante pesquisar se há legislação relativa sua área de atuação, pois o descumprimento de uma NBR pode ter várias consequências, desde uma simples advertência, notificação, suspensão temporária do trabalho para a regularização do procedimento, multa e até a interrupção da atividade profissional e cassação de registro profissional.

O que é ABNT?

A ABNT é responsável pela publicação e regulamentação das Normas Brasileiras (ABNT NBR) e é membro de várias instituições internacionais como a Organização Internacional para Padronização – ISO, a Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas – Copant e a Associação Mercosul de Normalização ? AMN, entre outras.

Para que serve uma Certificação ABNT

Ter uma Certificação ABNT é sinônimo de que a empresa realiza seus trabalhos em conformidade com normas de segurança e padrões de qualidade exigidos por lei e que garante a eficácia de produtos e serviços, reduzindo perdas e melhorando o gerenciamento do processo produtivo. A Certificação atesta também que o seu produto ou serviço é controlado por normas técnicas que oferecem qualidade, segurança, confiabilidade e eficiência.

Por que certificar um produto, serviço ou sistema?

Para atender aos requisitos da norma técnica de referência, ter instalações adequadas, pessoal treinado, equipamentos e procedimentos documentados em conformidade com os padrões técnicos, facilitando o dia a dia de quem está de olho no mercado internacional, por exemplo, pois em diversos países há obrigatoriedade de seguir normas e padrões.

ISO – International Organization for Standardization ou Organização Internacional para Padronização tem como objetivo aprovar normas internacionais para garantir qualidade em todos os campos técnicos, seja em empresas ou produtos. No Brasil, a ISO é representada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Existem vários tipos de ISO, as mais conhecidas são ISO 9000 (gestão de qualidade), ISO 14000 (gestão de meio ambiente) e ISO 26000 (responsabilidade social).

IEC ? International Electrotechnical Commission é um órgão internacional que regulamenta a padronização de tecnologias (elétrica e eletrônica). Esta instituição atua, muitas vezes, em parceria com a ISO (Organização Internacional para Padronização).

Diferentes tipos de projetos exigem diferentes tipos de NBRs. (link):

  • Arquitetônico (referente construção, reconstrução, modificação de obra de edificação)
  • Estrutural (laje, pilares, tubulações hidrossanitárias, etc.)
  • Telefônico / CATV (telefonia e circuito interno de TV com câmeras de segurança)
  • Elétrico (tubulações elétricas desde a entrada de energia que vem da rua até os equipamentos internos)
  • Hidráulico (pias, vasos sanitários, lavatórios, balcão, tanque, chuveiro)
    • Água
    • Esgoto
  • Gás (tubulação de gás)
  • Incêndio (porta corta-fogo, saídas de emergência, escadas, locais apropriados para extintores e equipamento contra incêndio)

Normas do padrão mundial

Com a globalização e a abertura dos mercados é de suma importância que todas as áreas tenham uma linguagem universal. Esse novo padrão vai promover transparência e consistência ao mercado permitindo que os países usem as mesmas regras e símbolos. Há um esforço entre os órgãos e países para criar um método único, padronizado e uniforme de medição garantindo uma metodologia única e coerente para uso em todo o mundo. As certificações existem para ajudar nesta unificação, e as Certificações podem ser adquiridas nos órgãos competentes ABNT, ISO, entre outros.

Isso vale também para empresas de Software que estejam em busca de qualidade e reconhecimento de Padrão Classe Mundial. A certificação avalia softwares através de critérios como instalação e desinstalação, documentação, interface, descrição do produto e embalagem (se tiver), além de apontar a necessidade de melhorias e o enquadramento dentro dos parâmetros estabelecido pelas normas. Atuar dentro das normas e ter Certificação é o primeiro passo para quem quer crescer dentro e fora do país.