EAD – Ensino a Distância

O Ensino a Distância foi reconhecido, em 1996, pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LCB). Também conhecido como EAD, é uma modalidade para pessoas que precisam de um diploma, com aulas em horários e turnos de estudo alternativos. Com o uso da tecnologia, principalmente a internet, é indicado para pessoas com experiência consolidada em aprendizagem individual e de pesquisa, pois exige disciplina e força de vontade. É também uma ótima alternativa para quem tem pouca flexibilidade e limitações geográficas. É fundamental saber que o aluno será o principal responsável pelo seu planejamento e aprendizado, pois a disciplina é fundamental para o cumprimento de todas as etapas do curso a distância.

Principais características do Ensino a Distância

  • Completo e pode ser acessado em qualquer região do país
  • Mais acessível financeiramente
  • Possibilidade de fazer seu próprio horário de estudo
  • É possível assistir a mesma aula várias vezes
  • Mais focado. Vai direto ao ponto
  • O diploma não informa se o curso é presencial ou a distância
  • Você pode estudar no seu tempo. Disciplina e tendência a ser autodidata vai maximizar o seu conhecimento

EAD e a legislação

A Lei Federal nº 9.394/1996, no Decreto Federal 5.622/2005 regulamenta a aplicação do Ensino a Distância.

Art. 1º – A Educação a Distância caracteriza-se como modalidade educacional na qual a

mediação didáticopedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores

desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.

Art. 2º – A Educação a Distância poderá ser ofertada no Ensino Fundamental, Ensino Médio,

Ensino Especial, EJA e Educação Profissional, na forma não-presencial ou semipresencial.

  • 1º – Nos termos do § 4º do artigo 32 da Lei n.º 9.394/96 (LDB) a forma de Educação a

Distância só será utilizada no Ensino Fundamental no 2º Segmento como complementação da

aprendizagem ou em situações emergenciais.

  • 2º – A oferta da educação básica a distância nos casos do parágrafo anterior contemplará a situação de cidadãos que: I – Estejam impedidos, por motivo de saúde, de acompanhar ensino presencial;

II – Sejam portadores de necessidades educacionais específicas e requeiram serviços especializados de atendimento na forma da Lei;

III – Se encontram no exterior, por qualquer motivo;

IV – Vivam em localidades que não contem com rede regular de atendimento escolar

presencial;

V – Compulsoriamente sejam transferidos para regiões de difícil acesso, incluindo missões

localizadas em regiões de fronteira; ou

VI – Estejam em situação de cárcere.

Avaliação no Ensino a Distância

Os cursos de Educação a Distância aceitam transferência e aproveitamento de créditos obtidos em cursos presenciais. A avaliação é parte integrante das atividades a distância e devem seguir as mesmas regras de um curso presencial: assegurar crescente melhoria de aprendizagem, aprimoramento do ensino, correção, recuperação de deficiências, avaliação do grau de aproveitamento para fins de promoção, certificação ou diplomação de alunos.

Tecnologia e Ensino a Distância

O Ensino a Distância ainda é um sistema pouco explorado e ainda não atingiu todo o seu potencial, mas deve aumentar consideravelmente à medida que a tecnologia avança e mais pessoas têm computadores pessoais e softwares que incorporem recursos gráficos, de imagem e de som, para a realização de videoconferências, chats e interação virtual entre professor, aluno e conteúdo. Todas as instituições devem estar equipadas, regulamentadas e aptas a aplicar em toda a sua grade curricular as duas modalidades de ensino, presencial e a distância, pois como já foi dito, a certificação não faz distinção entre um e outro método.

EAD na pós-graduação

A Educação a Distância pode ser feita no ensino regular, fundamental, médio, superior e na pós-graduação. O lato sensu só poderá ser oferecido por instituições credenciadas pela União, conforme o disposto no § 1 do Art. 80 da Lei 9394/96, e deve incluir provas presenciais e defesa presencial de monografia ou trabalho de conclusão de curso. Para o nível stricto sensu serão autorizadas, reconhecidas ou renovadas instituições que enviarem solicitações e relatórios a CAPES, e a defesa de dissertação ou de tese deve ser realizada obrigatoriamente na instituição proponente.

Desafios do Ensino a Distância

  • Você tem que fazer as atividades sozinho e tem que se virar pra resolver as questões
  • Perde a interatividade com os amigos
  • Elimina a possibilidade de uma rede de network
  • O estágio é obrigatório para as duas modalidades, presencial e a distância
  • Depende muito mais da vontade do aluno do que da instituição o cumprimento das etapas propostas

Por que fazer EAD

A globalização e a crescente necessidade de uma educação permanente fazem do Ensino a Distância perfeito para quem tem problemas com deslocamento, dificuldade para estar em um local ou horário específicos e permite uma combinação eficiente entre estudo e trabalho. O aluno é o sujeito responsável por sua formação e construção do conhecimento e pode entrar em contato direto com a atividade profissional que deseja aperfeiçoar em qualquer parte do mundo por meio da tecnologia, estreitando fronteiras e ampliando o seu conhecimento.